Qual a diferença entre os tipos de Eucalipto?

 

Descubra neste Post quais as diferenças entre os diversos tipos de óleos essenciais de Eucalipto.

 

Eucalyptus é o nome de um grande gênero de árvores da família botânica Myrtaceae, nativas da Austrália, Tasmânia e algumas Ilhas próximas. O nome eucalipto deriva do grego: eu(= bem) e kalipto(= cobrir), referindo-se à estrutura globular arredondada de seu fruto, caracterizando o opérculo que protege bem as suas sementes.

Até hoje, mais de 500 espécies foram descritas e são cultivadas amplamente em todas as regiões temperadas do mundo, principalmente para fins econômicos.

São plantas que crescem rapidamente e algumas espécies podem atingir grandes alturas (até 90 metros).

 

História 

Eucalipto gigante na Australia. Fonte: victoriasgianttrees.weebly.com

Há milhares de anos, os Aborígenes australianos já preparavam infusões com folhas de Eucalipto, utilizando para tratamento de dores no corpo, congestão nasal, febre e resfriados.

Alguns cirurgiões ingleses em 1788, destilaram o óleo proveniente de algumas árvores da espécie Eucalyptus piperita crescendo nas costas de Port Jackson. Eles utilizaram o óleo para tratar fuzileiros navais.

Posteriormente o óleo foi extraído pelos primeiros colonos, mas não foi explorado comercialmente por algum tempo.

Somente em 1852 que a exploração comercial do óleo se iniciou efetivamente através de Joseph Bosisto, um farmacêutico de Melbourne que montou uma pequena destilaria e extraiu o óleo essencial de Eucalipto radiata.

O químico francês F. S. Cloez identificou e nomeou o principal constituinte químico do óleo essencial de Eucalipto: o Eucaliptol (também conhecido como 1,8 Cineol).

Em 1870, o óleo já estava sendo exportado para todo o mundo e para se ter uma ideia, cirurgiões o utilizavam como antisséptico em cirurgias.

A indústria australiana de óleo de Eucalipto atingiu seu ápice por volta de 1940. Posteriormente o estabelecimento global de plantações resultou em maiores volumes de óleo, como subproduto do cultivo destinado a obtenção da madeira.

Por volta de 1950, o cultivo já estava espalhado por diversos países e o custo de produção do óleo produzido na Austrália aumentou tanto que não pôde competir com os óleos produzidos em países mais próximos da Europa, portanto de menor custo.

Hoje o Eucalipto é utilizado pela qualidade da sua madeira na construção civil e na indústria farmacêutica na composição de medicamentos, cosméticos, shampoos, cremes dentais, entre outros.

É claro que não poderíamos esquecer do seu uso na Aromaterapia! Vamos lá!

 

Eucalipto segundo Dr. Malte Hozzel 

Aéreo e leve, refrescante por fora e quente por dentro.

Um poderoso oxigenador que seca a umidade e o frio.

Eucalipto significa liberdade e vitalidade, é o espaço além das fronteiras.

O ritmo de sua energia é como o vento que se move no topo das mais altas árvores e converge em poder de espalhar, criar, nutrir e absorver.

Poderoso contra reumatismo, artrite reumatóide, dores musculares e em problemas relacionados ao sistema respiratório como gripe, bronquite, tosse, congestão nasal, asma, entre outros.

Também eficaz em problemas relacionados ao trato urogenital como cistite e leucorréia.

Por ser um fornecedor natural de oxigênio, também possui efeito regenerador das células da pele, sendo útil na cicatrização de feridas, bolhas e queimaduras.

É eficaz em casos de dermatites bacterianas, cândida e outras infecções na pele.

A respiração plena que o Eucalipto proporciona é conhecida há muito tempo na medicina popular.

Essa liberdade também é observada nas emoções, na liberação das energias da alma, auxiliando nas intenções e nas criações.

Movimento do “Prana”, nas asas de uma brisa refrescante.

 

Eucalipto Globulus

Folhas e flor do Eucalipto Globulus.

Um dos óleos essenciais mais conhecidos, possui o nome Globulus devido ao formato arredondado de seu pequeno fruto. Os aborígenes utilizavam as folhas em defumações, que buscavam purificar o ar do ambiente. Este uso pode ser feito atualmente, utilizando o óleo essencial em um difusor de ambientes.

Excelente para o bom funcionamento de todo o Sistema Respiratório, devido a sua alta concentração de Eucaliptol (1,8 Cineol) também a presença do Alfa Pineno. É especialmente útil para problemas relacionados a parte inferior do Sistema Respiratório: traqueia, brônquios, bronquíolos e alvéolos pulmonares.

Como um fornecedor natural de oxigênio para o corpo, possui efeito regenerativo nas células da pele, aumentando seu metabolismo respiratório, que o torna um bom curador de feridas, especialmente no caso de bolhas e queimaduras. Também é aliado no tratamento de dermatite bacteriana, Candida e outras infecções da pele.

Sua natureza energizante e tonificante pode ser excelente para tratar dores de cabeça e dores nevrálgicas.

 

Eucalipto Radiata 

Folhas e flores do Eucalipto Radiata.

Entre os muitos Eucaliptos, o Radiata possui a maior quantidade de Eucaliptol (ou 1,8 Cineol), portanto, tem uma ação terapêutica muito ampla, especialmente para o Sistema Respiratório.

As árvores atingem alturas um pouco mais baixas que outras espécies de Eucalipto.

Muitas vezes é preferível ao Globulus por possuir aroma mais suave e fino, devido a presença do Alfa Terpineol (ao invés do Alfa Pineno encontrado no Globulus).

Terá efeitos mais relacionados a parte superior do Sistema Respiratório: nariz, boca, faringe e laringe.

 

Eucalipto Citriodora

Folhas do Eucalipto Citriodora.

Possuindo uma composição química bem diferente de seus irmãos, o Citriodora é rico em Citronelal e Citronelol, o que o torna um excelente anti-inflamatório.

Seu aroma é mais cítrico e menos canforado.

Por conta de sua composição química, alguns estudos indicam interessante efeito repelente de insetos, inclusive mosquitos transmissores de Malária.

 

 

 

 

 

Eucalipto Staigeriana 

Folhas do Eucalipto Staigeriana.

O Eucalipto Staigeriana, possui folhas robustas de cor azul esverdeada e muito aromáticas, obtendo um rendimento bem alto no momento da destilação (cerca de 3%). A maior parte do óleo essencial atualmente é produzida no Brasil e na Guatemala.

O óleo possui uma coloração amarelada e aroma que lembra uma mistura de Limão e Alecrim. Por não ser tão rico em Eucaliptol (1,8 Cineol), possui um aroma mais leve e gentil, portanto, utilizado com mais frequência em peles sensíveis.

Alivia a tosse e a febre, além de possuir propriedades antissépticas, antivirais, expectorantes e anti-inflamatórias.

Na pele, pode ser usado para tratar feridas, queimaduras, picadas de insetos, abscessos e úlceras.

Suas propriedades de limpeza e vitalização, podem ser úteis para purificar o ambiente em difusores.

Emocionalmente, representa o fortalecimento do Sistema Energético, dissipando a exaustão e auxiliando a agilidade mental.

 

Hidrolato de Eucalipto Globulus

Hidrolato de Eucalipto Globulus.

Hidrolato é a água aromática resultante do processo de destilação. Diferentemente dos óleos essenciais (altamente concentrados), os Hidrolatos são bem mais suaves, ideais para situações que requerem um cuidado aromático mais leve, especialmente bebês, idosos e pessoas com a saúde mais sensível.

O Hidrolato de Eucalipto Globulus compartilha de efeitos semelhantes ao seu respectivo óleo essencial, porém de forma mais suave e com efeitos emocionais bem marcantes, pois age em um nível mais sutil.

É um ótimo tônico adstringente, ideal para peles oleosas. Uma boa forma de uso é aplicá-lo após a limpeza da pele, ele irá agir como tônico adstringente. Além de potencializar a limpeza sem agredir, irá prevenir e até auxiliar a tratar acne, cravos e espinhas se usado com constância.

Com seus ácidos, irá regular o PH da pele e contribuir no equilíbrio da produção de sebo, principalmente na zona T, testa, nariz e queixo. Irá colaborar para o fechamento dos poros e preparar a pele para a hidratação.

 

 

Onde Comprar os Óleos e Hidrolatos descritos neste Post?

Você encontra este e outros óleos acessando este link: oshadhi.com.br/loja. Gostou do artigo? Compartilhe com a gente a sua opinião, comente, pergunte, inspire-se.

3 thoughts on “Qual a diferença entre os tipos de Eucalipto?

  1. Terezinha says:

    Tenho vários tipos de eucalipto em casa,mas não sei seus “nomes”, gostaria de saber se posso fazer chá de qualquer um deles, só tomei do “cidro”.

    • Editorial Oshadhi says:

      Boa tarde, Terezinha!

      Grato por seu comentário.

      Aqui nesse link, você consegue obter mais informações a respeito dos diferentes tipos de
      Eucalipto. Se as dúvidas persistirem, por favor nos informe, que faremos o nosso melhor para
      resolvê-las!

      Um abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *